sábado, 26 de março de 2011

Falecimento de Lula Côrtes

Acabei de saber do falecimento do cantor e compositor Lula Côrtes. Imediatamente senti vontade de encontrar todos meus amigos de adolescência. Isso porque Lula foi um daqueles avatares da minha juventude. Um daqueles artistas que mobilizam nossa sensibilidade de um jeito que não podemos mais continuar sendo o mesmo depois de ouví-los. Meu encontro com a música de Lula foi, como diz o título desse blog, um encontro radical. Lula pertenceu a uma geração que nos deu Alceu Valença e Geraldo Azevedo, mas esses, não obstante o enorme talento que tinham e têm, eram os mais conhecidos de um grupo muito grande. Tinha Flaviola, Marco Polo, Marconi Notaro e outros. Mas Lula Cortes era quem melhor traduzia minha sensibilidade. Com uma voz rascante e uma potência poética vigorosa Lula foi um dos primeiros artistas a fundir o rock com as "levadas nordestinas". Foi um dos pais musicais de Chico Science. A gravação que segue abaixo chama-se "desengano" e abre o disco "o gosto novo da vida", que era um projeto para fazer Lula "acontecer" no Brasil inteiro, assim como já tinha acontecido com Geraldo Azevedo e Alceu. O projeto não deslanchou, mas o disco resultou muito bonito.
Segue, então, abaixo, uma pequena homenagem a esse grande artista, músico, inventor de instrumentos, artista plástico Lula Côrtes.



DESENGANO

Toda vez que olho o desengano
Nas frases do canto fosco dessa juventude
Sinto meu sorriso magro,
Meu rosto suado se encarquilhar
E quando franzo a testa,
E são suo o rosto cor de madrugada
E quando me deprimo e curvo os ombros pra pensar
Penso nos martíos,
Todos os delírios loucos que vivenciamos
E vejo por quanto anos nos aventuramos querendo voar
Voar pra sair de perto,
De todo deserto desses abandonos,
E constatando o desengano se despedaçar.
Desfeito em pedaços,
Sigo no encalço desse sonho
Vejo meu sorriso magro,
Coração amargo se atrapalhar
Quando franzo a testa,
E são suo o rosto cor de madrugada
Quando abro os olhos, olhos claros para o mar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget