sábado, 17 de setembro de 2011

PLANO NACIONAL DE CULTURA


 Na próxima quarta-feira, 21 de setembro, o Ministério da Cultura abrirá consulta pública para receber sugestões às metas propostas para o Plano Nacional de Cultura (PNC), instituído pela Lei nº 12.343/2010.  O objetivo da consulta é  receber contribuições da sociedade civil e de gestores públicos para o processo de construção das metas que nortearão as políticas públicas no campo cultural, no período de dez anos de vigência do PNC.
A consulta, disponível até o dia 20 de outubro, reafirma o compromisso do MinC com os processos democráticos, participativos e abertos com relação à formulação de políticas culturais.
Logo após o período da consulta pública, representantes do MinC e do Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC) – órgão colegiado integrante da estrutura básica do Ministério da Cultura – se reunirão para a consolidação final das metas, as quais serão publicadas em dezembro próximo.
Para enviar contribuições ao PNC, acesse aqui.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Novos bancos comunitários...

Os bancos comunitários vão se expandindo cada vez mais, e as histórias de sucesso seguem no mesmo rumo. No passado, nos tempos sombrios de FHC, eles chegaram a ter dificuldades, pois estavam fazendo circular moedas próprias, e como se sabe, cunhar moeda é um monopólio do estado. Só que deixava-se de perceber o enorme potencial de crescimento local, além de outros tantos dividendos, tais como o empoderamento comunitário, e a concomitante consciência das possibilidades cidadãs que daí advinham. Cidade de Deus, no Rio; Saracuruna, em Caxias e Preventório, em Niterói, se somam a outras tantas comunidades Brasil afora que adotaram essa iniciativa. Vida longa aos Bancos comunitários.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Todos os caminhos levam a Roma. O Papa e a pedofilia...


Do Terra notícias


     Os dirigentes da associação SNAP, orientados pelos advogados da ONG americana "Centro para Direitos Constitucionais", entraram com uma ação para que o Papa seja julgado por "responsabilidade direta e superior por crimes contra a humanidade por estupro e outras violências sexuais cometidas em todo o mundo".
   A organização acusa o chefe da Igreja católica de "ter tolerado e ocultado sistematicamente os crimes sexuais contra crianças em todo o mundo". À queixa acrescentaram 10.000 páginas de documentação de casos de pedofilia. Uma associação americana de vítimas de padres pedófilos anunciou nesta terça-feira ter apresentado uma queixa ante o Tribunal Penal Internacional (TPI) contra o Papa Bento 16 e outros dirigentes da Igreja católica por crimes contra a humanidade.
    A SNAP possui membros nos Estados Unidos, Alemanha, Holanda e Bélgica, quatro países muito afetados pelo grande escândalo de pedofilia que envolve a Igreja. "Crimes contra a dezenas de milhares de vítimas, a maioria crianças, foram escondidos pelos líderes nos mais altos níveis do Vaticano. Neste caso, todos os caminhos levam a Roma", declarou a advogada Pamela Spees. Os bispos e, em alguns casos, o próprio Vaticano rejeitou ou ignorou muitas das queixas das vítimas de padres pedófilos. O escândalo desacreditou a Igreja em vários países na Europa. A SNAP não acredita nesse desejo de transparência e justiça, e não moderou suas acusações.
O Papa Bento 16 expressou sua vergonha e pediu desculpas, apelando para a tolerância zero contra os pedófilos. Ele também pediu aos bispos do mundo, que têm a responsabilidade primária sobre seus sacerdotes, a plena cooperação com os tribunais criminais.



domingo, 11 de setembro de 2011

Qual 11 de setembro??


  Em um passado recente éramos todos, de alguma forma, reféns das informações que circulavam na grande mídia. Os canais paralelos eram, não obstante sua importância, muito limitados a abrangiam proporcionalmente poucas pessoas. As novas tecnologias de comunicação possibilitam uma menor assimetria na medida em que faz  de todo consumidor de informação um produtor, ao menos potencialmente. 
  Dia 11 de setembro é uma data que a grande mídia elege como o dia que devemos todos relembrar os atentados contra as torres gêmeas na cidade de Nova York. Obviamente que foi um acontecimento de grande magnitude e que deve ser lembrado por todos. Mas ao mesmo tempo em que comemora-se (no sentido de lembrar junto) essa ocorrência elide-se, ou tenta-se elidir o que representa essa mesma data para um país vizinho, o Chile, ou mesmo para todo o continente visto que a incursão estadunidense era continental. Nesse dia o Chile mergulhou em uma grande noite escura, e seu presidente foi deposto e assassinado por uma ação militar patrocinada pelo governo dos EUA. Esse mesmo país, cujo estado terrorista tem sido denunciado até mesmo por pessoas lá nascidas,  que chora as vítimas de um atentado terrorista supostamente praticado por grupos fundamentalistas muçulmanos, teria que fazer uma profunda reflexão do que representa no cenário mundial. Recentemente o crítico Herold Bloom nos alertou com relação as similitudes que envolvem os EUA hoje e o ambiente nazista da Alemanha pré Hitler. Mas, parece que ao contrário de uma reflexão que os leve a compreender que a sanha belicista encetada por eles acaba por levar todo o mundo, e eles mesmos, a instabilidade e que isso só interessa a poucos grupos privados, eles preferem fazer crescer movimentos como o direitista tea party, e outros grupos direitistas que estão dentro do partido republicano.
 Para que comemoremos juntos esse dia 11 de setembro, nada melhor do que este vídeo do cineasta inglês Ken Loach. Vejam:

Ocorreu um erro neste gadget