terça-feira, 23 de novembro de 2010

Frans Post e "A vista de Itamaracá" - A Primeira imagem do Brasil

 

 

 

    Frans Post veio para o Brasil na época em que o nosso querido e ensolarado Nordeste estava sob o domínio holandês e era governado por Maurício de Nassau. Post nasceu em Leiden, na Holanda, chegou ao Brasil com apenas 24 anos de idade, já com a missão de participar de missões e montar uma grande coleção de desenhos sobre o Brasil. Foi neste mesmo ano que este jovem entraria para a história, ao produzir o que é considerada a primeira imagem fiel das Américas, por consequência a primeira imagem do Brasil: o quadro "Vista de Itamaracá", uma obra de pouco mais de 60 por 80 centímetros, pintada em óleo sobre tela, que consegue mostrar a paisagem brasileira com qualidade quase fotográfica, mesmo que ainda de uma vista simplória.
    É claro que antes de Vista de Itamaracá foram feitos desenhos e gráficos sobre o Brasil, mas Frans Post foi o primeiro a realmente retratar nosso pais. Atualmente, infelizmente o quadro Vista de Itamaracá não se encontra no Brasil. Ele está no Royal Picture Gallery Mauritshuis, na Holanda. Pelo menos podemos dizer que está muito bem acompanhado. Neste museu estão o famoso quadro "Menina com Brinco de Pérola" de Johannes Vermeer e a obra "Lição de Anatomia do Dr. Nicolaes Tulp", de Rembrandt.
    Mas se vista de Itamaracá está na holanda, a maior coleção de Obras de Frans Post está no Brasil. O Instituto Ricardo Brennand, em Recife, possui o maior acervo do artista no mundo, com dezessete obras (o Mauritshuis possui três).
    Um aspecto interessantes sobre Frans Post é que ele continuou pintando paisagens brasileiras mesmo quando já faziam décadas que o pintor havia saído do país, graças a uma excelente memória visual. Post foi embora do Brasil em 1644, com o fim do governo de Maurício de Nassau no Nordeste. Mas seu último quadro sobre o Brasil seria pintado em 1669, 25 anos depois, mostrando uma paisagem de Pernambuco.

 Do blog do Andolfato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget