quinta-feira, 5 de agosto de 2010

DILMA VENCERÁ NO PRIMEIRO TURNO...

Tenho dito e reiterado que acredito que a candidata do governo a presidência da república ganhará as eleições ainda no primeiro turno. Cada pesquisa que sai o meu vaticínio se torna mais plausível. Não tenho vocação para pitonisa, mas a questão não é tão complexa assim. O governo Lula tem um nível de aprovação histórico e quando se somam os índices chamados de "regular positivo", "bom" e "ótimo" os números chegam aos quase inacreditáveis 92%. Claro que em se tratando de eleição as transferências não são automáticas, mas de qualquer forma é um índice muito expressivo. Ainda mais quando se leve em conta o que (digo "que" e não "quem" de propósito) está do outro lado. Uma candidatura, e me refiro aqui ao Serra, desagregadora, fruto de uma personalidade autoritária e antipática (nesse sentido ele é um verdadeiro anti-Lula). Dilma não é um primor de simpatia, por mais que ela tenha até se saído bem até aqui, mas nas condições atuais Lula elegeria até um poste. Outra coisa que merece nossa atenção é a disparidade dos números dos Institutos de pesquisa. O Ibope já dá uma frente de 5% para Dilma, mas o Datafolha insiste, com sua metodologia certamente tendenciosa, em dar um empate técnico.
 A matéria abaixo é da rede Bandeirantes que encomendou a pesquisa.
_________________________________________________________

Pesquisa divulgada nesta quinta-feira pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) apontou a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, com 41,6% das intenções de voto para as eleições de outubro, contra 31,6% do candidato do PSDB, José Serra

A terceira colocada na disputa, Marina Silva, que concorre à Presidência pelo PV, aparece com 8,5%. Em seguida estão Zé Maria, do PSTU, com 1,9% das intenções de voto e Plínio de Arruda Sampaio, do PSOL, 1,7%. Os demais candidatos – Eymael (PSDC), Ivan Pinheiro (PCB), Levy Fidelix (PRTB) e Rui Costa Pimenta (PCO) aparecem com menos de 1% cada.

A pesquisa foi feita entre os dias 31 de julho a 2 de agosto com 2 mil pessoas de todo o país. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos. No último levantamento CNT/Sensus, há três meses, Dilma tinha 35,7% das intenções e Serra 33,2%.

Num eventual segundo turno, a pesquisa indica que Dilma venceria com 48,3% das intenções, contra 36,6% do tucano.

A diferença de dez pontos percentuais se mantém na pesquisa espontânea, quando os eleitores dizem em quem irão votar sem ter uma lista com o nome dos candidatos. 30,4% dos entrevistados citou a pestista Dilma Rousseff, enquanto 20,2% disseram o nome de José Serra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget