domingo, 3 de janeiro de 2010

Ricúpero e as parabólicas, lembram?

     Tão grave quanto as declarações de Boris Casoy, nas quais fica claro o pensamento de parte das elites brasileiras com relação às pessoas mais humildes, foram as declarações, em condições semelhantes, do então ministro da fazenda Rubens Ricúpero, em 1994. Na ocasião transcorriam as eleições presidenciais que levariam FHC a seu primeiro mandato. Evidenciava-se ali de forma irrefutável as relações promíscuas entre mídia e poder. Num determinado trecho o ministro diz a Carlos Monfort que ele era o grande eleitor de FHC, e que sua exposição na globo poderia e deveria acontecer para que se conseguisse mais votos para o candidato tucano. Curioso que no vídeo que você verão abaixo, o jornalista que fazia a matéria era nada mais nada menos que Boris Casoy. Que ironia, hein... Aliás, esse jornalista como legítimo membro do PIG (partido da Imprensa Golpista) fez todos os esforços para dourar a pílula e fazer crer que isso nada tinha a ver com o plano real, etc. etc. etc.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget