sábado, 2 de abril de 2011

O QUE DEVEMOS SABER??

Em um mundo altamente tecnologizado fica cada vez mais difícil para o cidadão comum "tomar pé" da situação. Aliás essa é uma tônica da vida moderna desde as revoluções industriais. Me lembra até uma passagem do livro "a condição humana" de Hannah Arendt quando ela diz que as verdades emanadas do mundo científico, não obstante possam ser demonstradas por fórmulas matemáticas e comprovadas tecnologicamente, "já não se prestam à expressão normal da fala e do raciocínio". Essa hiato apontado pela filósofa é uma marca da condição moderna na medida em que cada vez mais se torna difícil refletir sobre coisas que interferem diretamente nas nossas vidas. É um hiato perigoso...
Nesse documentário o tema é a "obsolescência programada" ou planejada. Trata-se de um artifício usado largamente pela indústria sob os auspícios da ciência no qual a vida útil de um produto é planejada para durar menos do que poderia de fato durar. Isso não é novo, e já foi denunciado várias vezes, mas agora passa a ser, talvez, mais explicitado através de mídias alternativas (não estou certo que possamos chamá-las assim) de modo que o cidadão comum pode e deve refletir sobre o que está em jogo. Creio que haja aí uma dupla inserção: uma como consumidor e outra como cidadão, porque o lixo gerado por essa lógica é altamente destrutiva quando se pensa em seu grande volume, como veremos no documentário abaixo. O mesmo foi realizado pela TVE espanhola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget